10/04/2016

"Jovens da Bíblia":Jesus - Salvação para a humanidade.
Mocidade Nova Vida15:30 0 comentários


Antes de vir a este mundo, Jesus era um grande rei no céu. Era importante como Deus, no entanto, amou de tal maneira o pobre povo desta terra, que se dispôs a colocar de lado sua coroa real, e vir ao mundo como membro de uma  família humana.

Ele poderia ter vindo à Terra com tal beleza que teria sido diferente dos filhos dos homens. Poderia ter vindo de tal maneira que encantasse os que olhassem para Ele. Porém, essa não era a maneira planejada por Deus para que Ele viesse entre os filhos dos homens.

A humanidade contemplou pela primeira vez Cristo como um bebê, como uma criancinha. Seus pais eram muito pobres, e Ele nada tinha na Terra senão o que os pobres possuem.

Passou por todas as provas pelas quais os pobres e humildes passam desde o berço até à meninice, desde a juventude até à idade adulta.

Em sua juventude, ele trabalhou com o pai no ofício da carpintaria, mostrando assim que no trabalho nada há de que se envergonhar.

Ainda jovem, foi batizado no Rio Jordão por seu primo, João Batista. Seu batismo não foi algo que simplesmente "cumpria o ritual ", mas foi uma verdadeira confissão de sua fé e missão e uma constatação do Espírito Santo.

Depois disso ele é tentando pelo Diabo no Deserto. Porém, como estava firme em sua missão, negou todas as propostas de seu adversário e prossegue com seu ministério, que estava começando.

Nesses momentos, Jesus Cristo chama os primeiros discípulos e faz seu primeiro milagre.

Muitos outros milagres foram feitos por Ele em muitos outros lugares. Ele curou, libertou, salvou e ensinou a muitos sobre o Reino de Deus e coisas que ainda estariam por vir. Uma dessas coisas foi a sua morte.


Jesus morreu cravado na cruz no dia 14 de Nisán, sexta-feira 7 de Abril do ano 30.

A crucifixão era uma pena de morte que os romanos aplicavam a escravo e ladrões. Tinha um caráter infamante, assim não poderia ser aplicado a um cidadão romano, somente aos estrangeiros.

No entanto, para aproximar-se da realidade do que foi a morte de Jesus na cruz, não basta fixar-se em dolorosos detalhes trágicos que a historia é capaz de ilustrar, pois a realidade mais profunda é a que confessa "que Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras" (1 Cor 15,3). Nessa entrega generosa a morte na cruz manifesta a magnitude do amor de Deus para com o ser humano: "Deus demonstra seu amor a nós porque, sendo ainda pecadores, Cristo morreu por nós" (Rm 5,8).

Veja um retrato da morte valiosa de Jesus:

Lucas 23.44-49

Mais ou menos ao meio-dia o sol parou de brilhar, e uma escuridão cobriu toda a terra até as três horas da tarde. E a cortina do Templo se rasgou pelo meio. Aí Jesus gritou bem alto:

— Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito!

Depois de dizer isso, ele morreu. Quando o oficial do exército romano viu o que havia acontecido, deu glória a Deus, dizendo:

— De fato, este homem era inocente!

Todos os que estavam reunidos ali para assistir àquele espetáculo viram o que havia acontecido e voltaram para casa, batendo no peito em sinal de tristeza. Todos os amigos de Jesus e as mulheres que o tinham seguido desde a Galileia ficaram de longe, olhando tudo aquilo.

Por amor de nós ele se entregou e padeceu, foi levado como condenado, mas, ressuscitou como inocente. O cordeiro de Deus venceu a morte no terceiro dia! Aleluia!

Jesus morreu por aqueles que querem a salvação. Não há limite nem no valor, nem no poder da salvação de Deus, porém em sua soberania Cristo tem assegurado que esta redenção seja aplicada somente a todo aquele que invocá-lo.


Hoje, Jesus Cristo é o nosso maior exemplo. Ele nos ensinou que a sua vinda nesta Terra foi para que pudéssemos alcançar a graça de Deus. Ele se entregou para que a vida fosse devolvida a nós, através de seu sacrifício. Ele é a propiciação eterna, pois uma vez que aceitamos o sacrifício d'Ele, aceitamos também nos render a ele.

Jesus venceu!  E é por isso que devemos nos alegrar todos os dias, pois nem a morte, nem o pecado, nem o inferno e seus demônios, conseguiram fazer com que ele desistisse.

Através de Jesus somos salvos, somos servos, somos amigos e mais do que isso somos AMIGOS de Deus! E em seu nome temos poder para curar, libertar e fazer maravilhas.

Que a cada dia mais, você venha se espelhar no Senhor Jesus e venha desenvolver em você, as características dele.

"Seja a atitude de vocês a mesma de Cristo Jesus,que, embora sendo Deus, não considerou que o ser igual a Deus era algo a que devia apegar-se; mas esvaziou-se a si mesmo, vindo a ser servo, tornando-se semelhante aos homens.
E, sendo encontrado em forma humana, humilhou-se a si mesmo e foi obediente até à morte, e morte de cruz!
Por isso Deus o exaltou à mais alta posição e lhe deu o nome que está acima de todo nome,para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, no céu, na terra e debaixo da terra,e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para a glória de Deus Pai." 
Filipenses 2 - 5,11

-----------------------------------------------------------------------------------------------
Agora, chegou a hora da despedida! Snif Snif

Hoje nós encerramos a série, porém quero que tudo que foi visto e aprendido aqui, seja aplicado diariamente na sua vida Jovem!

Falamos sobre Daniel, Estevão, Jacó, Davi, Moisés, Timóteo, Maria e hoje sobre Jesus.

Que toda essa série de estudos sobre os jovens da Bíblia venha te ajudar a edificar o seu caráter cristão e também na sua edificação pessoal!

Que você venha fazer a diferença, por onde quer que você passar! 

Que as pessoas ao seu redor reconheçam que você também é um JOVEM DA BÍBLIA! 

"Eu vos escrevi, jovens, porque sois fortes, e a palavra de Deus está em vós, e já vencestes o maligno." 1 João 2- 14

Deus abençoe! Tem novidade por aí!



0 comentários

Postar um comentário