23/09/16

Trust God (Confie em Deus)
Mocidade Nova Vida20:36 0 comentários






Essa semana ao entrar no facebook, me deparei com uma imagem que falava: "Independência é morte". E isso me chamou muito à atenção, pois vivemos em um mundo onde o que mais é pregado é a independência. Além dela ser estimulada, ela é enaltecida e é valorizada. As crianças se tornam independentes dos pais cada vez mais cedo. As mulheres, de uma forma geral, têm sido cada vez mais independentes nos seus relacionamentos, financeiramente e etc. Os adolescentes cada dia são mais independentes dos pais e brigam por essa independência. Mas o que me intrigou foi no aspecto espiritual. Todas essas situações, de independência, podem ser legais, inteligentes e até necessárias. Já ouvi pessoas dizerem que quando se tornaram independentes, foi que começaram a viver. Mas espiritualmente, será que é assim? Será que a independência espiritual, digo a independência de Deus, será que traz à vida ou traz à morte?
Quero usar por base os seguintes versículos:

"Confia no Senhor de todo o teu coração, e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas."  (Provérbios 3:5,6)


O primeiro passo que motiva alguém a ser independente, é a confiança. Ela acredita em si mesma e que pode lidar com as situações que a faria depender de outras pessoas. Por um lado, ter autoconfiança é ótimo e necessário, por outro é demasiadamente perigoso quando a autoconfiança se torna prepotência, pois a partir desse momento, a pessoa tende a se ver como autossuficiente a ponto de crer que não precisa de ninguém para nada, e sabemos que na prática as coisas não funcionam assim. Somos seres falíveis e carecemos de outras pessoas para às mais diversas coisas, e no relacionamento com Deus, não é diferente.


O livro de Provérbios é tido como o livro dos conselhos na Bíblia. Salomão, o homem mais sábio relatado nela, foi quem o escreveu e ele nos trouxe a recomendação acima que analisaremos a seguir:


         Confiar no Senhor de todo o coração: Confiar em Deus com todo o nosso coração (entendimento), traz o primeiro exemplo de dependência nesse trecho bíblico. Quando confiamos em Deus com tudo o que somos, não há espaço para acreditar em nada que não venha de Deus ou não esteja relacionado a Ele. Logo, nossa fonte de segurança é Ele. Ou seja, para estarmos seguros, precisamos d'Ele, da direção d'Ele, da aprovação d'Ele.


        Não te estribes no teu próprio entendimento: Esse ponto é muito interessante, porque uma das coisas mais difíceis para o homem é se apoiar em algo que não seja da sua compreensão. Em coisas que a sua mente possa não entender e por isso lhe trazer desconfiança. Porém, vemos que somos direcionados pela palavra de Deus a não crer no que a nossa mente traz, mas sim em Deus e isso se explica pelo seguinte versículo: "Enganoso é o coração (Vontade), mais do que todas as coisas, e perverso; quem o poderá conhecer?" Jeremias 17:9. Podemos entender que o nosso coração, as nossas vontades são enganosas e isso por elas serem limitadas. Nós pensamos, agimos, vendo apenas os aspectos exteriores e momentâneos das coisas, mas Deus as vê internamente e pela perspectiva eterna. (I Samuel 16:7 e Isaías 55:9,10). Daí vemos a necessidade de confiar em Deus de todo o nosso coração, pois só Ele tem o poder de ver as coisas como não vemos, e por essa razão direcionar as nossas decisões de forma correta.


        Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas: A partir do momento que confiamos integralmente em Deus, Ele passa a fazer parte da nossa vida em uma totalidade. Em resposta a isso, Ele passa a integrar os nossos passos. Pela sua presença em nossas vidas e cotidiano, passamos a identificá-lo nas decisões que tomamos, na forma que agimos e vemos o mundo. Logo, em consequência da nossa confiança nele, em permitirmos que Ele direcione as nossas decisões, Ele passa a endireitar o que possa estar errado em nosso caminho. Ele passa a trazer uma nova perspectiva quanto ao nosso futuro e em última instância, mas primeiro reflexo, nos livra da morte. Nos livra da morte espiritual e, muitas vezes, da física também. Tudo isso, apenas pelo fato de termos crido totalmente nele. Por termos nos tornado dependentes da sua proteção, compreensão, conhecimento e direcionamento.


Depois de uma reflexão sobre esse versículo com base na frase que eu li, posso afirmar com certeza, que na vida cristã, independência é morte! Por mais que você sinta ou ache que não precisa de Deus para fazer escolhas e tomar decisões (das mais simples às mais difíceis), quero te informar que você precisa, sim! 

Pode ser até bacana ser independente dos pais ou amigos, mas ser independente de Deus não é legal, muito menos inteligente. Por mais difícil que seja reconhecer sua dependência dele, a faça, pois sem sombra de dúvidas, podemos viver sem uma série de coisas, menos sem Deus e o reconhecimento do quanto dependemos d'Ele.


Deus abençoe !

16/07/16

Culto Dirigido Ministério de Louvor + MJNV (Parte 2)
Mocidade Nova Vida11:05 0 comentários



Olá Pessoal, estamos de volta com mais alguns resumos dos cultos.

E como já falamos aqui, está acontecendo a  "Semana de busca Intensiva pela presença de Deus" e quarta o tema do culto foi "União e comunhão". Os louvores que foram cantados, foram cuidadosamente escolhidos para trazer a igreja a reflexão sobre a importância da união e o reflexo dela na nossa vida cristã (o desejo contínuo pela presença de Deus em nós):

"...Somos um corpo, e assim bem ajustado
Totalmente ligados, unidos, vivendo em amor
Uma família sem qualquer falsidade
Vivendo a verdade, expressando a glória do Senhor!

Uma família, vivendo o compromisso
Do grande amor de Cristo

Eu preciso de ti, querido irmão,
precioso és para mim, querido irmão!
Eu preciso de ti, querido irmão,
Precioso és para mim,
Querido irmão!"
(Recebi um novo coração - Marcos Goes)


"...Espírito desça agora
Eu me aproximo de Tua glória
Cobre-me com Tua graça
Sou filho que ama Tua glória

Anseio por mais de Ti
Com meu respirar, com meu caminhar
Eu queimo de amor por Ti
Com desejo santo, queima o fogo santo..."
(Anseio - Diante do trono)


Após o louvor tivemos uma breve palavra que foi ministrada com base em João 15. 1-8. Nela foi enfatizada a importância de estamos firmados em Cristo para darmos frutos, frutos bons. Se realmente estamos firmados em Cristo nós amamos o nosso próximo com sinceridade, temos empatia por ele. Quando amamos alguém, nos dispomos a sentir sua dor e ajudá-lo à superá-la, antes de pensar em julgar e apontar. Quando a nossa "árvore" é Cristo, o nosso frutos reflete Ele.
Depois da palavra tivemos o período de oração. Esse foi um exercício de comunhão no corpo de Cristo. Cada irmão foi impulsionado a orar por outro presente, porém deveria ser alguém que não tivesse muito contato ou aproximação no dia a dia. Esse momento foi marcado por uma busca altruísta de bençãos, cuidado e provisão sobre a vida do próximo. Todos saímos de lá um pouco mais conscientes da importância da unidade cristã e de como precisamos nos auto avaliar para não "trocarmos" nossa videira e passar a dar frutos que não são dignos dos que se dizem cristãos e vivenciadores do evangelho.


                                                                                                                     Veja algumas fotos do culto












O culto de Quinta-Feira foi incrível, o tema foi "Missão", e contamos também com a participação do Ministério de Teatro Despertai que apresentou uma peça que também aborda o tema de Missões.
Esse foi um culto de reflexão, pois o que estamos fazendo pela obra? Será estamos cumprindo o “Ide”?

Quando ouvimos falar do Ide pensamos: “Nossa tenho que ir para a África, para a Ásia anunciar o evangelho la”. Mas talvez se você olha para o lado quando sentar no ônibus, você vai perceber que existe pessoas ao seu redor que precisa de uma palavra, pessoas que não teve a oportunidade de conhecer Jesus assim como você teve, sim a África precisa de nós, mas como queremos percorrer o mundo, se não conseguimos evangelizar os nossos vizinhos, ou nossos amigos ou até mesmo pessoas de nossa casa?

Pois é, Deus falou muito nesse culto, ele está voltando e precisamos pensar no que estamos fazendo pelo evangelho, uns dos significados de missão é: Encargo, poder dado a alguém para fazer alguma coisa, e Deus deu esse poder para nós, confiou a nós essa missão, e assim como diz a música “A hora é chegada o tempo é este Ele vem”.


Voz do que clama em meio ao deserto
Prepara o caminho do meu Salvador
Grita nas praças, nas, ruas nos campos
Prepara o caminho do meu Salvador
Toca a trombeta em Sião


Não despreze as feridas das suas mãos
Este é o tempo de lançarmos a rede
Pregar a palavra viver o evangelho
Este é o tempo de quebrantamento, a colheita chegou
A hora é chegada o tempo é este Ele vem
(A Colheita – Alda Célia)


A quem enviarei para pregar o evangelho aos cativos e
Oprimidos?
Libertem eles da prisão!
A quem enviarei para levar o evangelho as nações?
O mundo clama pela luz na escuridão!


O Senhor Jesus Ele chama homens e mulheres para fazer
A sua vontade.
Se você aí que esta me ouvindo deseja cumprir o ide do
Senhor, levar as nações a salvação, a cura, cante comigo:....
(A Quem Enviarei - Michelle Nascimento)


Veja algumas fotos do culto











E o culto de sexta teve o tema "Renuncia", creio que todos sabemos o que renunciar e o que não renunciar, assim como o a palavra de abertura, os louvores também nos edificou bastante, pois todos quereremos que, sempre seja feita a vontade Deus.



Um fogo queima em mim, clamo por mais de ti
Eu quero muito mais, eu, preciso ir além
Estou a procura de algo novo, preciso de um renovo
Meu coração quer mais, mais de ti

Eu cansei de ser o mesmo
Eu cansei de ser eu mesmo
Eu quero tua vida em mim
Eu você, você e eu
Eu sou teu, você é meu
E eu quero ficar na tua presença
Quando a luz se apagar
Quando a música calar
Quando o mover passar
Eu só quero você, só quero você
( Quando a Luz Se Apagar - Ministério Zoe)


....E eu me rendo
Pra conhecer-te mais, pra conhecer-te mais
Eu me rendo, eu me rendo
Pra conhecer-te mais pra conhecer-te mais
Faz teu querer, faz teu querer em mim
Como um vendaval sobrenatural
Faz teu querer, faz teu querer em mim

E eu me rendo, eu me rendo
Pra conhecer-te mais pra conhecer-te mais
E eu me rendo, eu me rendo
Pra conhecer-te mais, pra conhecer-te mais
(E eu me rendo- Ministério Mergulhai)

Assim como os louvores foram marcantes, a palavra também foi, o Paulinho ministrou sobre a historia de Jonas. 
Tem uma musica da Oficina G3 que diz: " O bem que eu quero esse eu não faço, o mal que não quero, persegue os meu passos." Acho esse trecho bem propicio para falar de renuncia, pois as vezes é fácil renunciar o que Deus quer para nossas vidas, mais difícil renunciar o que o inimigo nos oferece, foi o que aconteceu com Jonas, Deus queria algo para a vida dele, mas ele optou por renunciar, mas no final ele cumpriu a vontade de Deus, porem nem todas as historias terminam com um final feliz, por isso lute contra o pecado renuncie o que o inimigo te oferece, e sempre procure cumprir os planos de Deus.

Veja o vídeo 



Amanhã tem mais um culto, e vai começar as 13h00, se você ainda não foi em nenhum culto, vá nesse, por que hoje é o ultimo dia.  
Acredita que já estou sentindo saudades? Foi uma semana incrível na presença do senhor.

Não se esqueça, hoje a partir das 13h00 e mais tarde às 19h00.

Esperamos por você.



Igreja Unida Jd Ângela 
Rua Igaraúna nº 76 Jd Ângela Z/L 03985-040 São Paulo/SP.


Deus Abençoe!





    





13/07/16

Culto Dirigido Pelo Ministério de Louvor + MJNV
Mocidade Nova Vida18:10 0 comentários





Olá pessoal. 
Hoje irei falar de um evento que está acontecendo no decorrer dessa semana, que é a "Semana de busca Intensiva pela presença de Deus", começou Segunda-feira (11/07), e vai até Sábado (16/07). Esse evento nada mais é do que reuniões de oração que estão acontecendo desde Segunda-feira das 20h00 às 21h00.

 Deus colocou esse proposito no coração da Líder do Ministério de Louvor (Diana), para que junto com o Ministério de louvor, e o Ministério de Jovens Nova Vida estivesse levando a igreja a adoração, a cada dia com um tema especifico, e no Sábado (último dia) a partir das 13h00, ter uma tarde de louvor e adoração continua, e claro as 19h00 o culto de celebração ao senhor.





A reunião de Segunda-feira teve o tema: Louvor e Intercessão, e graças a Deus tudo foi uma benção, creio que o senhor falou a muitos corações naquela noite, através dos louvores, que demostrava o quanto somos dependentes de Deus e o quanto ansiamos o Espirito Santo.

“Nós estamos aqui tão sedentos de Ti
Vem oh Deus, vem, oh Deus!
Enche este lugar
Meu desejo é sentir Teu poder, Teu poder!
Então vem me incendiar
Meu coração é o Teu altar!
Quero ouvir o som do Céu
Tua glória contemplar! ... ”
(Atos 2 – Gabriela Rocha)

“Eu navegarei
No oceano do Espírito
E ali adorarei
Ao Deus do meu amor
Espírito, Espírito
Que desce como fogo
Vem como em pentecostes

E enche-me de novo....
O que tinha em pentecostes
Eu quero hoje aqui. ”
(Eu Navegarei – Versão Ana Nóbrega)


Deus também falou através da palavra que foi maravilhosa, e com um momento de oração que realmente sentimos o céu na terra, um momento que para muitos foi pouco, pois a presença de Deus estava tão gostosa e tão boa, que aquele momento devia ter sido eternizado.

 Veja algumas fotos do culto








Mas Deus é tão bom, e tão incrível, que já havia preparado o amanhã para nós, por que Terça-feira (Ontem), foi um culto muito especial, um culto maravilhoso com uma palavra maravilhosa, o tema foi: Dons do Espirito, e Deus lindo como sempre, falou desde a palavra de abertura (João 14), os louvores, a palavra ministrada (Lucas 4:16 – 22), enfim foi um culto muito bom de ter prestado a Deus, acredito que Deus recebeu, e curou muitas almas.

“A tua palavra escondi
Guardada no meu coração
Pra eu não pecar contra Ti, Senhor
A tua palavra escondi
Minhas vestes no sangue lavei
E das tuas águas bebi
Pra ser uma oferta agradável a Ti
Minha vida a Ti consagrei
Meus dons e talentos são pra te servir
Meus dons preciosos são seus
Não vejo razão na minha vida sem Ti
Tu és meu Senhor e meu Deus
Assim como o fogo refina o ouro
Vem Tua obra em mim completar
Até que o mundo possa ver
Tua glória em meu rosto brilhar...”
(Oferta Agradável a Ti - Cassiane)


“Eu quero estar neste lugar
Onde o pecado é perdoado
E as culpas são levadas
Eu quero estar neste lugar
Onde o amor não se esfrie
E o fogo não se apague
Em Tua presença, Senhor Jesus
Em Tua presença, Senhor Jesus
Santo Espírito, eu me rendo ao Teu agir
Meu anseio é permanecer em Teu amor
Em Tua presença, Senhor
Em Tua presença ah ah
Em Tua presença, Senhor
Em Tua presença ah ah...”
(Em Tua Presença – Nívea Soares)


Foi um momento com Deus muito bom, e foi dito uma coisa muito importante que deveríamos guardar em nossos corações, foi mais ou menos isso “Jesus, não está somente aqui na igreja, ele deve estar em todos os lugares, em sua casa, em seu trabalho, aonde você estiver”.

As vezes pensamos que a presença de Deus só é sentida na igreja, mas não, a presença de Deus está em todos os lugares, então podemos sentir ele em qualquer lugar, e so buscarmos um relacionamento com ele, tudo depende de nós, por que ele está de braços abertos nos esperando, e dizendo em todo momento “Eu estou aqui esperando por você. Eu te amo filho meu”.

Veja algumas fotos do culto









E aí? depois do resumo dos últimos dias de reunião, você vai perder o culto de hoje?

Esperamos por você as 20h00! #VaiSerBenção


.
Igreja Unida Jd Ângela 
Rua Igaraúna nº 76 Jd Ângela Z/L 03985-040 São Paulo/SP.


Deus Abençoe!

07/06/16

Deus tem um caminho melhor!
Mocidade Nova Vida22:28 0 comentários


Faze-me saber os teus caminhos, Senhor; ensina-me as tuas veredas” Salmos 25.4

Saber que Deus tem um plano para nossas vidas, é extraordinário. Constantemente ouvimos que Deus tem um plano para nós, que tudo aquilo que nós estamos passando não se compara ao que Deus tem lá na frente, que as dificuldades só estão nos preparando para algo melhor no futuro. Porém, a nossa maior dificuldade é confiar em Deus, confiar que Ele realmente tem algo melhor para nós. 

Sempre fiquei intrigado para saber como será meu futuro, como será minha família, o lugar onde vou morar, onde vou trabalhar daqui uns anos. De certa forma essas questões causam ansiedade em nossas vidas, e muitas vezes quebramos a nossa cara por querer fazer as coisas do nosso jeito. Isso traz consequências e nem sempre elas são ou serão boas.

Um exemplo clássico dessa situação aconteceu com Jonas. Deus havia mandado ele ir pra Ninive, ele não quis confiar nas palavras de Deus, nos seus planos e todos nós sabemos o que ele passou, até entender que o plano de Deus era o certo para a vida dele. Aprendo nessa história que por mais que tenhamos medo de onde Deus tem nos mandado ir, devemos confiar, por que Ele sempre cuida de tudo .

Um dos segredo para uma vida de confiança em Deus está em Filipenses 4:6-7

Não andeis ansiosos por coisa alguma; antes em tudo sejam os vossos pedidos conhecidos diante de Deus pela oração e súplica com ações de graças; e a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus

Ter uma vida de oração e devoção a Deus é a melhor maneira de compreender os propósitos de d’Ele em nossas vidas. Essa passagem é clara, Deus não age no meio da ansiedade ou na pressa do nosso coração. Seja qual for a área de sua vida, Deus hoje está pedindo para caminhar contigo! Ele pede para você jogar para Ele todos os seus planos e pede para que você confie que Ele está cuidando de tudo. Tenha certeza de que Deus não falhará com você! Basta você ter prazer em andar com Ele, ter uma vida de oração e devoção a Ele, que Ele mostrará sempre o melhor caminho para você.

Fique com esses versículos:

"Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o Senhor."
 Isaias 55:8

"Bem sei eu que tudo podes, e que nenhum dos teus propósitos pode ser impedido.
Jó 42:2

Fiquem na paz!

25/05/16

Pai nosso
Mocidade Nova Vida20:58 0 comentários

Boa noite, galera!

Hoje é dia de música e quero compartilhar com vocês a minha reflexão sobre uma:

Pai nosso (Our father)


Na semana que eu estava pensado em falar sobre essa música aqui no blog, ouvi uma pregação sobre o contexto dela, e isso só confirmou minhas reflexões e que de fato deveria compartilha-las com vocês. Então vamos lá!

Essa música tem sido muito cantada, tocada e ouvida em nosso meio; nas rádios, igrejas que tenho visitado, na minha igreja e por aí vai. Por conta disso, resolvi analisar a letra dela com vocês com um pouquinho mais de profundidade.

Muitas vezes nos deixamos levar pela melodia e esquecemos de pensar no que estamos professando através da letra que estamos cantando e isso não é legal, muito menos coerente. Sendo assim, quero hoje levá-los a pensar sobre o que estamos professando quando cantamos essa música.
Pra começar, acho essa música linda! Ela é literalmente uma oração, pois é feita com trechos da  oração do Pai nosso (Mateus 6.9-13).

O tema central dessa música é o Reino de Deus e a vontade d'Ele em nossas vidas. É muito interessante parar para pensar sobre o Reino de Deus. A bíblia fala que o reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo (Romanos 14:17) e  que não consiste em palavras, mas em poder (1 Coríntios 4.20). Logo, quando eu peço o Reino de Deus, quando eu quero que o Reino d'Ele se estabeleça, eu estou pedindo que a justiça de Deus (que muitas vezes não vai de encontro com o que eu entendo por justiça - Rm 1.17), a paz de Deus, a paz que Ele dá (que não é ausência de guerras, mas é paz em meio a elas - Jo 14.27), a alegria do Espírito Santo ( que independe de situações está baseada em termos Deus e estarmos diante d'Ele - Sl 16.11) e o poder d'Ele ( que em nada se assemelha a definição de poder que, pela ótica humana, na maioria das vezes, está relacionada à  superioridade, arrogância, egocentrismo e coisas do gênero - Romanos 1.16) façam parte da minha vida, do meu contexto, do meu cotidiano
.
Como é possível ver pelas referências bíblicas, viver o Reino de Deus é algo lindo, sobrenatural, porém, desafiador. É muito mais profundo do que na maioria das vezes imaginamos, e não dificilmente irá confrontar valores terrenos que temos, somos apegados, mas para de fato viver o Reino, precisamos desconstruí-los e refazê-los.

Quando estamos dispostos a viver o Reino de Deus verdadeiramente, começamos a nos permitir viver a vontade d'Ele, que é superior a nossa e vai além das nossas expectativas (Isaías 55.9). Nesse ponto também convém entender, que nem sempre a vontade de Deus vai ir de encontro à nossa, mas, diante das incertezas que possam (e irão) surgir, é importante continuamente crer em sua onisciência e, que por Ele ser nosso Pai, sempre nos fará o melhor (Lucas 11. 11-13).

Concluo minha reflexão desejando que da mesma forma que o Pai tem impulsionado a desejar o Reino e a vontade d'Ele todos os dias, Ele os impulsione também. Que essa música, esse louvor, não nos marque apenas pela melodia ou vozes bonitas que a cantam, mas principalmente pela mensagem que ela traz. Que o Reino de Deus seja estabelecido na minha vida, na sua vida, e por conta disso, consequentemente, seja estabelecido por onde passarmos.

E para fechar com chave de ouro, ouça e medite sobre o que falamos hoje, com a música tema do post:



Fiquem na paz!

19/05/16

Dica de animações
Mocidade Nova Vida20:02 0 comentários


Hoje venho fazer a indicação de dois filmes que podem ser assistidos pela Netflix. O diferencial desses filmes é que ambos são animações de histórias bíblicas: José - Rei dos sonhos e Moisés - O Príncipe do Egito. 

Confesso que não sou fã número um de desenhos, mas essas animações fizeram parte da minha infância e continuam sendo histórias incríveis que valem a pena serem assistidas. 

Por serem histórias, algumas partes desses filmes foram interpretadas e feitas de acordo com a visão dos produtores das obras, por isso é essencial dar uma meditada nos textos bíblicos que inspiraram as animações, eles estão no livro de Gênesis e Êxodo.


Sinopse: Considerado um milagre desde o seu nascimento, José sempre gerou ciúmes em seus irmãos. Quando descobre que possui o dom de sonhos, é vendido como escravo para um faraó, que percebe seu diferencial. Com o tempo, José vai conquistando todos que o cercam, até se tornar um grande rei.



Sinopse: Enquanto Ramsés é criado para ser o sucessor do trono do Egito, seu amado irmão Moisés vive despreocupado. Até que descobre a verdade sobre seu passado: ele é um judeu que, quando criança, foi colocado em uma cesta e lançado ao rio para escapar de um genocídio, e o faraó Seti criou Moisés como seu filho. Transtornado, Moisés parte para o deserto, mas retorna ao Egito quando Deus lhe confia uma missão: libertar seu povo da escravidão. 


Até a próxima!




17/05/16

Qual o foco do seu ministério?
Mocidade Nova Vida16:03 0 comentários


Hoje é dia de devocional e para ele teremos por base o texto do livro de Atos 3.6.

"E disse Pedro: Não tenho prata nem ouro; mas o que tenho isso te dou. Em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, levanta-te e anda."

Antes de começar a discorrer sobre o tema quero trazer alguns conceitos que serão essenciais para o entendimento do que falaremos:

- Discípulo: O que recebe disciplina ou instrução de outro, o que segue ideias ou imita outros.
- Apóstolo (origem grega): Aquele que é mandado para longe é um mesageiro e embaixador (representante).

Dados esses conceitos, vamos adiante.

Pedro e João foram discípulos e apóstolos, discípulos enquanto Cristo estava entre eles e apóstolos após a sua ressurreição. Logo no no início consigo compreender que um apóstolo precisa ser um discípulo, já um discípulo nem sempre será um apóstolo. Deus, antes de nos enviar para qualquer missão, nos capacitará. Nos passará suas instruções e depois nos enviará.

Após sua ressurreição, Jesus deixou uma ordem para os seus discípulos:

"Finalmente apareceu aos onze, estando eles assentados juntamente, e lançou-lhes em rosto a sua incredulidade e dureza de coração, por não haverem crido nos que o tinham visto já ressuscitado.
E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado.

E estes sinais seguirão aos que crerem: Em meu nome expulsarão os demônios; falarão novas línguas;Pegarão nas serpentes; e, se beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará dano algum; e porão as mãos sobre os enfermos, e os curarão." Marcos 16.14-18  

"Disse-lhes, pois, Jesus outra vez: Paz seja convosco; assim como o Pai me enviou, também eu vos envio a vós. E, havendo dito isto, assoprou sobre eles e disse-lhes: Recebei o Espírito Santo." João 20.21,22

Ele disse aos discípulos tudo o que eles deveriam fazer após a sua volta aos céus e os capacitou para tanto soprando sobre eles o Espírito Santo que é o que convence o mundo do pecado, da justiça e do juízo,  que os ensinaria tudo o que eles  precisariam saber, os lembraria de tudo o que já tinha ouvido e ainda os diria coisas futuras (João 16.7-13).

Pedro e João sabendo de tudo isso, na primeira vez em que foram abordados por alguém pedindo algo a eles, eles não ofereceram algo vindo deles próprios, mas, sim, algo daquele que os enviou, Jesus.

Quando Pedro respondeu o que tenho eu te dou, ele poderia dar suas roupas ou até umas dicas de como não levar desaforo pra casa, já que ele, como a Bíblia relata, era grosseiro e impulsivo. João poderia dar algum cantil com água, já que lá era muito quente e, de certo, o coxo não teria um cantil, ou até mesmo voltar em casa e buscar algo para dar ao coxo. Mas nada disso aconteceu, eles não quiseram dar algo que apenas minimizaria o sofrimento daquele homem, eles deram, ofereceram algo que iria mudar a vida daquele coxo. E, por intermédio do nome do Jesus, do poder que Ele tem, deram ao coxo a oportunidade de voltar a andar.

Pedro a João apesar de andarem com Jesus, não se tornaram santo como Ele era. Não se tornaram perfeitos como Ele era, muito menos deixaram de ser pecadores só porque Jesus nunca havia pecado. Eles não se tornaram Deus, porque andaram com Jesus que era Deus.

Eles continuaram sendo homens, humanos, falhos, pecadores e suscetíveis de erro da mesma forma que todo o restante da humanidade. A única coisa que podemos dizer que os tornaram diferentes, era o fato de terem tido um real encontro com Cristo, e essa foi a "pequena" diferença que fez TODA a diferença. Eles buscaram aprender com Cristo (foram seus discípulos) e levaram seus ensinamentos, através da prática, para o mundo (foram apóstolos).

Com toda a humanidade e falha que eles tiveram por serem homens como todos nós, eles nos deixaram grandes lições. A primeira é, por mais que eu faça algo por alguém, não poderei fazer mais do que Cristo, posso e devo fazer pelas pessoas o que estiver ao meu alcance (Tiago 4.17), e uma delas e me permitir ser instrumento de Deus não apenas para o natural, mas também para o sobrenatural.

Não precisamos ser "Super-Homens" ou "Mulheres-Maravilha" para sermos usados por Deus e levarmos a Cristo por onde passarmos. Não precisamos ser perfeitos, apenas disponíveis. Precisamos querer e ser discípulos e apóstolos. É isso que Ele quer, é isso que precisamos ser.

Outro ponto importante que quero trazer é, o nosso trabalho como cristãos aqui na terra não deve ser nenhum outro que não seja para pessoas. Os discípulos-apóstolos de Jesus ficaram para servir pessoas, atender suas necessidades espirituais e também materiais. 

Se o ministério que queremos desenvolver ou trabalhar não envolve pessoas, passar os ensinamentos de Cristo e levar a sua palavra, me desculpe, não estamos trabalhando pra Deus, apenas desenvolvendo algo que envolve nossos próprios interesses e não os de Cristo. Tenha em mente que por intermédio da sua vida pessoas  precisam conhecer a Cristo e tê-lo como alguém que de fato as ajudará na caminhada cristã, assim como os discípulos e os apóstolos fizeram.

Diante disso tudo termino o devocional de hoje pedindo para que Deus nos ajude. Que Ele nos dê graça e força para que não percamos o alvo, que não nos enganemos quanto ao nosso real objetivo na obra do Pai e que de fato O levemos em nossos corações, pensamentos e ações. Que de fato O levemos em nossas vidas! 

Fiquem na paz e Deus os abençoe!