07/06/16

Deus tem um caminho melhor!
Mocidade Nova Vida22:28 0 comentários


Faze-me saber os teus caminhos, Senhor; ensina-me as tuas veredas” Salmos 25.4

Saber que Deus tem um plano para nossas vidas, é extraordinário. Constantemente ouvimos que Deus tem um plano para nós, que tudo aquilo que nós estamos passando não se compara ao que Deus tem lá na frente, que as dificuldades só estão nos preparando para algo melhor no futuro. Porém, a nossa maior dificuldade é confiar em Deus, confiar que Ele realmente tem algo melhor para nós. 

Sempre fiquei intrigado para saber como será meu futuro, como será minha família, o lugar onde vou morar, onde vou trabalhar daqui uns anos. De certa forma essas questões causam ansiedade em nossas vidas, e muitas vezes quebramos a nossa cara por querer fazer as coisas do nosso jeito. Isso traz consequências e nem sempre elas são ou serão boas.

Um exemplo clássico dessa situação aconteceu com Jonas. Deus havia mandado ele ir pra Ninive, ele não quis confiar nas palavras de Deus, nos seus planos e todos nós sabemos o que ele passou, até entender que o plano de Deus era o certo para a vida dele. Aprendo nessa história que por mais que tenhamos medo de onde Deus tem nos mandado ir, devemos confiar, por que Ele sempre cuida de tudo .

Um dos segredo para uma vida de confiança em Deus está em Filipenses 4:6-7

Não andeis ansiosos por coisa alguma; antes em tudo sejam os vossos pedidos conhecidos diante de Deus pela oração e súplica com ações de graças; e a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus

Ter uma vida de oração e devoção a Deus é a melhor maneira de compreender os propósitos de d’Ele em nossas vidas. Essa passagem é clara, Deus não age no meio da ansiedade ou na pressa do nosso coração. Seja qual for a área de sua vida, Deus hoje está pedindo para caminhar contigo! Ele pede para você jogar para Ele todos os seus planos e pede para que você confie que Ele está cuidando de tudo. Tenha certeza de que Deus não falhará com você! Basta você ter prazer em andar com Ele, ter uma vida de oração e devoção a Ele, que Ele mostrará sempre o melhor caminho para você.

Fique com esses versículos:

"Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o Senhor."
 Isaias 55:8

"Bem sei eu que tudo podes, e que nenhum dos teus propósitos pode ser impedido.
Jó 42:2

Fiquem na paz!

25/05/16

Pai nosso
Mocidade Nova Vida20:58 0 comentários

Boa noite, galera!

Hoje é dia de música e quero compartilhar com vocês a minha reflexão sobre uma:

Pai nosso (Our father)


Na semana que eu estava pensado em falar sobre essa música aqui no blog, ouvi uma pregação sobre o contexto dela, e isso só confirmou minhas reflexões e que de fato deveria compartilha-las com vocês. Então vamos lá!

Essa música tem sido muito cantada, tocada e ouvida em nosso meio; nas rádios, igrejas que tenho visitado, na minha igreja e por aí vai. Por conta disso, resolvi analisar a letra dela com vocês com um pouquinho mais de profundidade.

Muitas vezes nos deixamos levar pela melodia e esquecemos de pensar no que estamos professando através da letra que estamos cantando e isso não é legal, muito menos coerente. Sendo assim, quero hoje levá-los a pensar sobre o que estamos professando quando cantamos essa música.
Pra começar, acho essa música linda! Ela é literalmente uma oração, pois é feita com trechos da  oração do Pai nosso (Mateus 6.9-13).

O tema central dessa música é o Reino de Deus e a vontade d'Ele em nossas vidas. É muito interessante parar para pensar sobre o Reino de Deus. A bíblia fala que o reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo (Romanos 14:17) e  que não consiste em palavras, mas em poder (1 Coríntios 4.20). Logo, quando eu peço o Reino de Deus, quando eu quero que o Reino d'Ele se estabeleça, eu estou pedindo que a justiça de Deus (que muitas vezes não vai de encontro com o que eu entendo por justiça - Rm 1.17), a paz de Deus, a paz que Ele dá (que não é ausência de guerras, mas é paz em meio a elas - Jo 14.27), a alegria do Espírito Santo ( que independe de situações está baseada em termos Deus e estarmos diante d'Ele - Sl 16.11) e o poder d'Ele ( que em nada se assemelha a definição de poder que, pela ótica humana, na maioria das vezes, está relacionada à  superioridade, arrogância, egocentrismo e coisas do gênero - Romanos 1.16) façam parte da minha vida, do meu contexto, do meu cotidiano
.
Como é possível ver pelas referências bíblicas, viver o Reino de Deus é algo lindo, sobrenatural, porém, desafiador. É muito mais profundo do que na maioria das vezes imaginamos, e não dificilmente irá confrontar valores terrenos que temos, somos apegados, mas para de fato viver o Reino, precisamos desconstruí-los e refazê-los.

Quando estamos dispostos a viver o Reino de Deus verdadeiramente, começamos a nos permitir viver a vontade d'Ele, que é superior a nossa e vai além das nossas expectativas (Isaías 55.9). Nesse ponto também convém entender, que nem sempre a vontade de Deus vai ir de encontro à nossa, mas, diante das incertezas que possam (e irão) surgir, é importante continuamente crer em sua onisciência e, que por Ele ser nosso Pai, sempre nos fará o melhor (Lucas 11. 11-13).

Concluo minha reflexão desejando que da mesma forma que o Pai tem impulsionado a desejar o Reino e a vontade d'Ele todos os dias, Ele os impulsione também. Que essa música, esse louvor, não nos marque apenas pela melodia ou vozes bonitas que a cantam, mas principalmente pela mensagem que ela traz. Que o Reino de Deus seja estabelecido na minha vida, na sua vida, e por conta disso, consequentemente, seja estabelecido por onde passarmos.

E para fechar com chave de ouro, ouça e medite sobre o que falamos hoje, com a música tema do post:



Fiquem na paz!

19/05/16

Dica de animações
Mocidade Nova Vida20:02 0 comentários


Hoje venho fazer a indicação de dois filmes que podem ser assistidos pela Netflix. O diferencial desses filmes é que ambos são animações de histórias bíblicas: José - Rei dos sonhos e Moisés - O Príncipe do Egito. 

Confesso que não sou fã número um de desenhos, mas essas animações fizeram parte da minha infância e continuam sendo histórias incríveis que valem a pena serem assistidas. 

Por serem histórias, algumas partes desses filmes foram interpretadas e feitas de acordo com a visão dos produtores das obras, por isso é essencial dar uma meditada nos textos bíblicos que inspiraram as animações, eles estão no livro de Gênesis e Êxodo.


Sinopse: Considerado um milagre desde o seu nascimento, José sempre gerou ciúmes em seus irmãos. Quando descobre que possui o dom de sonhos, é vendido como escravo para um faraó, que percebe seu diferencial. Com o tempo, José vai conquistando todos que o cercam, até se tornar um grande rei.



Sinopse: Enquanto Ramsés é criado para ser o sucessor do trono do Egito, seu amado irmão Moisés vive despreocupado. Até que descobre a verdade sobre seu passado: ele é um judeu que, quando criança, foi colocado em uma cesta e lançado ao rio para escapar de um genocídio, e o faraó Seti criou Moisés como seu filho. Transtornado, Moisés parte para o deserto, mas retorna ao Egito quando Deus lhe confia uma missão: libertar seu povo da escravidão. 


Até a próxima!




17/05/16

Qual o foco do seu ministério?
Mocidade Nova Vida16:03 0 comentários


Hoje é dia de devocional e para ele teremos por base o texto do livro de Atos 3.6.

"E disse Pedro: Não tenho prata nem ouro; mas o que tenho isso te dou. Em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, levanta-te e anda."

Antes de começar a discorrer sobre o tema quero trazer alguns conceitos que serão essenciais para o entendimento do que falaremos:

- Discípulo: O que recebe disciplina ou instrução de outro, o que segue ideias ou imita outros.
- Apóstolo (origem grega): Aquele que é mandado para longe é um mesageiro e embaixador (representante).

Dados esses conceitos, vamos adiante.

Pedro e João foram discípulos e apóstolos, discípulos enquanto Cristo estava entre eles e apóstolos após a sua ressurreição. Logo no no início consigo compreender que um apóstolo precisa ser um discípulo, já um discípulo nem sempre será um apóstolo. Deus, antes de nos enviar para qualquer missão, nos capacitará. Nos passará suas instruções e depois nos enviará.

Após sua ressurreição, Jesus deixou uma ordem para os seus discípulos:

"Finalmente apareceu aos onze, estando eles assentados juntamente, e lançou-lhes em rosto a sua incredulidade e dureza de coração, por não haverem crido nos que o tinham visto já ressuscitado.
E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado.

E estes sinais seguirão aos que crerem: Em meu nome expulsarão os demônios; falarão novas línguas;Pegarão nas serpentes; e, se beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará dano algum; e porão as mãos sobre os enfermos, e os curarão." Marcos 16.14-18  

"Disse-lhes, pois, Jesus outra vez: Paz seja convosco; assim como o Pai me enviou, também eu vos envio a vós. E, havendo dito isto, assoprou sobre eles e disse-lhes: Recebei o Espírito Santo." João 20.21,22

Ele disse aos discípulos tudo o que eles deveriam fazer após a sua volta aos céus e os capacitou para tanto soprando sobre eles o Espírito Santo que é o que convence o mundo do pecado, da justiça e do juízo,  que os ensinaria tudo o que eles  precisariam saber, os lembraria de tudo o que já tinha ouvido e ainda os diria coisas futuras (João 16.7-13).

Pedro e João sabendo de tudo isso, na primeira vez em que foram abordados por alguém pedindo algo a eles, eles não ofereceram algo vindo deles próprios, mas, sim, algo daquele que os enviou, Jesus.

Quando Pedro respondeu o que tenho eu te dou, ele poderia dar suas roupas ou até umas dicas de como não levar desaforo pra casa, já que ele, como a Bíblia relata, era grosseiro e impulsivo. João poderia dar algum cantil com água, já que lá era muito quente e, de certo, o coxo não teria um cantil, ou até mesmo voltar em casa e buscar algo para dar ao coxo. Mas nada disso aconteceu, eles não quiseram dar algo que apenas minimizaria o sofrimento daquele homem, eles deram, ofereceram algo que iria mudar a vida daquele coxo. E, por intermédio do nome do Jesus, do poder que Ele tem, deram ao coxo a oportunidade de voltar a andar.

Pedro a João apesar de andarem com Jesus, não se tornaram santo como Ele era. Não se tornaram perfeitos como Ele era, muito menos deixaram de ser pecadores só porque Jesus nunca havia pecado. Eles não se tornaram Deus, porque andaram com Jesus que era Deus.

Eles continuaram sendo homens, humanos, falhos, pecadores e suscetíveis de erro da mesma forma que todo o restante da humanidade. A única coisa que podemos dizer que os tornaram diferentes, era o fato de terem tido um real encontro com Cristo, e essa foi a "pequena" diferença que fez TODA a diferença. Eles buscaram aprender com Cristo (foram seus discípulos) e levaram seus ensinamentos, através da prática, para o mundo (foram apóstolos).

Com toda a humanidade e falha que eles tiveram por serem homens como todos nós, eles nos deixaram grandes lições. A primeira é, por mais que eu faça algo por alguém, não poderei fazer mais do que Cristo, posso e devo fazer pelas pessoas o que estiver ao meu alcance (Tiago 4.17), e uma delas e me permitir ser instrumento de Deus não apenas para o natural, mas também para o sobrenatural.

Não precisamos ser "Super-Homens" ou "Mulheres-Maravilha" para sermos usados por Deus e levarmos a Cristo por onde passarmos. Não precisamos ser perfeitos, apenas disponíveis. Precisamos querer e ser discípulos e apóstolos. É isso que Ele quer, é isso que precisamos ser.

Outro ponto importante que quero trazer é, o nosso trabalho como cristãos aqui na terra não deve ser nenhum outro que não seja para pessoas. Os discípulos-apóstolos de Jesus ficaram para servir pessoas, atender suas necessidades espirituais e também materiais. 

Se o ministério que queremos desenvolver ou trabalhar não envolve pessoas, passar os ensinamentos de Cristo e levar a sua palavra, me desculpe, não estamos trabalhando pra Deus, apenas desenvolvendo algo que envolve nossos próprios interesses e não os de Cristo. Tenha em mente que por intermédio da sua vida pessoas  precisam conhecer a Cristo e tê-lo como alguém que de fato as ajudará na caminhada cristã, assim como os discípulos e os apóstolos fizeram.

Diante disso tudo termino o devocional de hoje pedindo para que Deus nos ajude. Que Ele nos dê graça e força para que não percamos o alvo, que não nos enganemos quanto ao nosso real objetivo na obra do Pai e que de fato O levemos em nossos corações, pensamentos e ações. Que de fato O levemos em nossas vidas! 

Fiquem na paz e Deus os abençoe!


13/05/16

EEE na AD Brás
Mocidade Nova Vida20:08 0 comentários

 Bora atualizar a agenda de eventos?
EEE na AD Brás


O movimento "Eu Escolhi Esperar" tem tido um enorme destaque em todo Brasil.
Seu líder, Nelson Júnior, estará no sábado (28/05) na Assembleia de Deus no Brás, ministrando o seminário EEE.
Este é um evento voltado não só para jovens, mas também para solteiros, que esperam no Senhor.
O evento começará as 8 horas e terminará as 16. Também contará com a participação do Coral Ello Eterno.

Data: 28 de maio
Local: Assembleia de Deus no Brás
Av. Celso Garcia, 560 - Brás - SP
Horário: 8h
Entrada Franca
Dica: Os eventos "jovens" na AD Brás são bastante frequentados por muitos jovens. Para que não haja nenhum conflito, procure chegar com 1 hora de antecedência. (Parece muito, mas é mais seguro)


Deus abençoe!

11/05/16

Dicção no Canto
Mocidade Nova Vida19:21 0 comentários


Paz Galera!! Sentiram minha falta?! (hahahaha)
Hoje o post irá falar um pouco sobre a dicção!
Vamos continuar ainda um pouquinho na "vibe"  sobre canto, como estávamos falando recentemente.

Muitas pessoas têm dificuldade de articular alguns fonemas, o que, muitas vezes, prejudica a qualidade e o entendimento de sua fala. Esse problema pode ser resolvido através da conscientização da realização articulatória e de um treino específico dos fonemas mais problemáticos.

Para que você consiga resolver o problema da dicção, primeiro você terá que “detectar o problema”. Esse processo se inicia com a percepção da articulação alterada. Em seguida é controlar a dificuldade articulatória, através de exercícios e treinos, para depois experimentar a fase da automatização, ou seja, aquela em que o som articulado será corretamente pronunciado, sem que a atenção esteja voltada para a fala. 
  



Até Logo!

03/05/16

Jesus conta com você!
Mocidade Nova Vida20:46 0 comentários



Quando Deus enviou seu filho para nos salvar, o seu maior objetivo era salvar a humanidade, mas Jesus também deixou outras marcas, por onde Ele passava deixava marcas. O lugar era transformado! Será que nós temos seguido esse modelo?

Em sua oração (João 17. 18), Jesus deixa claro o real objetivo de permanecermos aqui. Ele nos enviou para seremos um diferencial no mundo, Ele quer que nós andemos e frutifiquemos (João 15:16). É complicado nos compararmos a Jesus, diria que é impossível tal comparação, mas você já parou pra pensar que, o maior cara que já pisou nessa Terra, confia em você para transformar o mundo e para isso deixou o Espirito Santo com o intuito dele te ajudar nessa batalha (Atos 2:8)?

Uma pergunta tem me conflitado, como será que tenho feito uso dessa arma poderosa que Jesus nos deu? É incrível como nos preocupamos em nos encher o Espirito Santo nos cultos, de mostrar dentro da igreja que estamos cheios da presença de Deus, mas esse não é o real objetivo de estarmos inundados da presença de Deus. Ele nos deu esse poder para anunciarmos a sua palavra! Logo após o dia de pentecostes, vemos Pedro e João saindo pelos lugares anunciando a palavra, curando, transformando os lugares. Eles não se contentaram em apenas serem cheios, eles sabiam que o fato deles terem recebido o poder de Deus era para que vidas fossem alcançadas e salvas.

Deus te chama para coisas extraordinárias, Ele quer te usar de maneira poderosa! Não se contente em ser apenas cheio do Espirito Santo, não se contente em apenas ser salvo por Cristo (esse é o nosso maior troféu), mas também se preocupe em anunciar a palavra de Deus para que possamos ver o mesmo Espirito Santo que nos capacitou para anunciar as boas novas, alcançando mais vidas para o Reino de Deus. Esse é o maior desejo de Cristo , que toda criatura conheça e reconheça que só Jesus Cristo é o Senhor, e essa responsabilidade está em suas mãos. Não se ache incapacitado! Se você não sabe falar, pregar, apenas mostre através de suas atitudes o Cristo que você serve, essa é uma das formas mais fortes de pregação, a que não fica na teoria, mas a que é vivida na prática!

Fiquem na paz!