28/05/2015

Série - Era uma vez: O mundo jaz do lobo mau
Mocidade Nova Vida18:28 0 comentários


Era uma vez uma menininha cujo apelido era Chapeuzinho Vermelho, ela era chamada assim por vestir um capuz vermelho que sua vovó a havia presenteado. Chapeuzinho morava com sua mãe em um pequeno vilarejo, enquanto a vovó morava logo após a floresta. Certo dia, sua mãe pediu para que ela levasse uma cesta com alguns doces para sua avó que estava muito doente, depois a aconselhou a tomar cuidado, não conversar com estranhos e nem desviar do caminho, pois a floresta é muito perigosa.
Chapeuzinho cheia de imaginação e muito inocente começou a se distrair com a beleza da floresta, correndo atrás das borboletas e colhendo flores e não percebeu que estava tomando o caminho mais curto e perigoso, onde um lobo mau vivia.
O lobo mau logo a avistou e não perdeu tempo, foi conversar com a menina e a enganou com seu papo “furado”. Durante a conversa, Chapeuzinho disse para onde estava indo e o lobo, nada bobo, conseguiu fazer com que a menina tomasse outro caminho, que era mais longo, para chegar à casa da vovó, enquanto que ele foi pelo caminho mais curto e chegou primeiro.
Quando Chapeuzinho entrou na casa da vovó e a viu deitada na cama, notou algo diferente nela, e logo perguntou: 
- Vovó, por que você está com esses olhos tão grandes? E ela respondeu:
- É para te enxergar melhor, minha netinha.
-E por que essas orelhas tão grandes?
- São para te ouvir melhor.
-E essa boca tão grande? Então o Lobo que fingia ser a vovó levantou da cama e respondeu:
- É para te comer!  E em uma dentada o lobo engoliu a Chapeuzinho Vermelho.
Contudo, para a sorte da Chapeuzinho e da sua vovó, passava por ali um caçador, que logo abriu a barriga do lobo, resgatou as duas com vida e ainda colocou pedras no estômago do lobo, para que ele não conseguisse correr. Por fim a Chapeuzinho prometeu para si mesma que nunca mais esqueceria os conselhos da sua mãe. E todos viveram felizes para sempre
Quando vier, porém, o Espírito da verdade, ele vos guiará a toda a verdade”. (joão 6:13)
Pode não parecer, mas o conto do chapeuzinho vermelho e as escolhas que ela toma durante o desenrolar na história nos dizem muito sobre o que não devemos fazer.
Quando trazemos este conto para o mundo real, conseguimos identificar muitas Chapeuzinhos Vermelhos que talvez por inocência, se distraíam com a beleza e com as coisas que o mundo oferece. Assim como a Chapeuzinho Vermelho teve sua mãe para aconselhá-la sobre o que deveria fazer, nós temos o Espírito santo que sempre nos ajuda a permanecer no caminho certo. A floresta acabou por distrair a Chapeuzinho e a fez andar pelo caminho onde vivia um lobo mau. Da mesma forma o mundo tenta nos distrair, pois como diz em 1 João 5:19...O mundo jaz do maligno”.
No mundo vive um lobo mau que quer realmente nos destruir, nos levar ao caminho da morte. Ele quer nos tirar o que há de mais importante em nossas vidas, a presença de Deus, a salvação, por isso devemos tomar cuidado com aquilo que vem nos distraindo.
Em nossa caminhada cristã, nós devemos ter um foco, um alvo, que é a salvação, que é morar com Deus. O significado de alvo é saber com precisão aonde se quer chegar. Quando nós temos um alvo, não medimos esforços para alcançá-lo e não deixamos que nada nos afaste dele, logo, quando nosso alvo é a salvação, que vem de Deus, não podemos deixar que as distrações do mundo nos impeçam de conquistar esse objetivo. É claro que no conto a Chapeuzinho se distrai com coisas pequenas e inofensivas como flores, mas eu tomo como distração tudo que deixe o nosso coração preso aqui na terra.
"Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração." (Mateus 6:21)
Em Mateus 7:13-14, diz assim:
"Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela; E porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem."
Ou seja, durante a nossa vida, temos apenas dois caminhos, um deles, o mais largo, é fácil de andar, é mais cômodo, você pode levar o que quiser consigo seus pecados, mentiras e egoísmo, mas você sempre estará sozinho nele e o seu final te leva para o lobo mau, porém, existe um outro caminho, mais estreito, onde não há espaço para mentiras, ou nenhum dos seus pecados, mas lá você encontra alguém que caminha contigo, Jesus. (João 14:6) “Eu Sou o Caminho, a Verdade e a Vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim”. O final desse caminho leva a um lugar seguro, a casa da vovó e a um final feliz. Há algo reservado para nós no final desses caminhos, basta você escolher, qual você quer percorrer, aonde você quer chegar?
Deus te abençoe!
       &                                    


0 comentários

Postar um comentário