16/02/2016

O segredo de Jesus
Mocidade Nova Vida19:27 0 comentários


Sabemos que Jesus foi o maior homem a pisar na terra, Ele tinha todo o poder e autoridade sobre a sua vida ele: curava, multiplicava, pregava, amava, perdoava entre muitas outras coisas. Olhando assimo primeiro pensamento que vem é: "Esse cara é completo! Ele não precisava de nada, Ele era autossuficiente!". Mas não era bem assim, Jesus tinha a consciência de que por mais coisas que Ele pudesse fazer e por mais poder que Ele tivesseEle precisava se relacionar com o Pai, Ele precisava de um momento de intimidade, onde Ele clamava ao pai, conversa com Ele, se relacionava com Ele! 
Creio que o “sucesso” de Jesus  se baseava no relacionamento. Ele se relacionava com as pessoas sem distinção, estava sempre com todo mundo, e o principal relacionamento dele era com Deus pai, através da oração. 
Diversas passagens bíblicas mostram Jesus fazendo algo e ao final se retirando para ter com o Pai. Para exemplificar, em Lucas 5, Jesus realizou alguns dos seus milagres; Ele tinha acabado de falar para o seu servo lançar a rede ao mar, para que ele pudesse pegar peixes ( isso em um dia que parecia que a pescaria não daria em nada e logo depois curou um rapaz da lepra, e ao final de tudo isso o que Ele fez? Foi ter o seu momento de intimidade com Deus. Esse momento era pra Ele o mais importante. Nósno lugar d'Ele, provavelmente iríamos sair contando pra várias pessoas, querendo mostrar que éramos  o bonzão”, mas Jesus nos deu um belo exemplo de humildade, Ele sabia reconhecer a sua dependência do PaiEle sabia que sem esse relacionamento, nada do que Ele fizesse valeria a pena. 
Jesus tinha um relacionamento de amigo com o Deus pai, e com isso eu aprendo o quão dependente sou do meu relacionamento com Deus, pois se até Jesus em todo seu poder e majestade, era dependente de oração e momentos de intimidade, imagina eu? Pobre pecador, que mal sei caminhar sozinho. 
Quando colocamos nosso relacionamento com Deus acima de tudo, Ele toma as nossas vidas e age por meio dela. Que a partir desse momento venhamos aprender com Cristo a sermos dependentes de um relacionamento de pai com filho, com o nosso Pai, que deseja ser íntimo de cada um de nós, e quer compartilhar com você todas as maravilhas da sua criação. 

Fiquem na paz!


0 comentários

Postar um comentário