21/05/2015

Série - Era uma vez: Deus é melhor que uma fada madrinha
Mocidade Nova Vida20:19 0 comentários


Era uma vez uma jovem que um dia teve a SORTE(?) de encontrar uma fada madrinha.

 “Cinderela era filha de um comerciante rico, porém, quando seu pai morreu, a madrasta malvada e as duas filhas fizeram a Cinderela de criada. Um dia houve um baile, mas a Cinderela não poderia ir, pois, tinha de limpar a casa e não tinha um vestido bonito para usar na festa. Sua fada madrinha apareceu e limpou toda a casa num piscar de olhos e deu um vestido lindo para Cinderela, porém, ele só duraria até meia noite. O príncipe se apaixonou por Cinderela e, na volta para casa, ela deixou cair na escada seu sapatinho de cristal. Querendo encontrá-la, o príncipe ordenou que todas as moças do reino experimentassem o sapato. Cinderela experimentou e o sapato serviu. A jovem e o príncipe se casaram e viveram felizes para sempre.”

Uma das melhores personagens desse conto com toda certeza é a fada madrinha. É ela quem mais contribui para o final feliz da história, é ela quem faz a mágica acontecer, é ela quem realiza o sonho da gata borralheira de ir ao baile, ela aparece do nada, desaparece do nada, transforma abóbora em carruagem e animal em ser humano, porém, se a gente for parar pra pensar, o poder dessa fada é limitado a transformar objetos, a transformar o que é palpável e visível, talvez a Cinderela, mesmo sendo tão boa, precisasse de uma transformação interna, afinal, ela foi maltratada por anos e anos, quanta mágoa, quanto rancor ela poderia estar guardando dentro de si, quanta falta de amor ela deveria estar sentindo, quão baixa sua autoestima poderia estar, porém a fada madrinha, apesar de ter transformado trapo em vestido bordado a ouro, não se atentou para os sentimentos da personagem do conto.

Nós não possuirmos uma fada madrinha, nós temos alguém muito melhor, alguém que não nos dá apenas vestes novas, vestes bonitas, calçado novo ou carruagem, alguém que não se preocupa apenas com o nosso exterior, alguém que tem poder pra transformar o nosso coração, o nosso interior, o nosso modo de ser, o que consequentemente se reflete em nosso modo de agir, em nosso exterior e até em nossa aparência física, esse alguém se chama Jesus e diferentemente da fada madrinha da Cinderela, tudo o que Ele faz não acaba a meia noite, não tem data de validade.

O amor de Deus pelas nossas vidas é incondicional, é grande, é incontestável e é necessário entender que Ele tem poder, mais que suficiente, para transformar o nosso ser, Ele pode curar as feridas dos nossos corações, Ele pode agir nos nossos sentimentos, Ele poder trazer paz para as nossas vidas. Diferente dessa fada do conto, Deus é REAL! E a partir do momento que reconhecemos e cremos no sacrifício do seu filho lá na cruz, somos feitos novas criaturas.

“E assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura: as cousas antigas já passaram; eis que se fizeram novas. ” (2 Coríntios 5.17)

Não precisamos de uma fada madrinha, precisamos sim é de DEUS, o que ele tem para nossas vidas irá durar para sempre.



                                                                                                                Deus te abençoe.
              &       

0 comentários

Postar um comentário